Orientações pré e pós-operatórias


Leia com muita atenção, porque essas informações podem evitar a suspensão da sua cirurgia e diminuir as chances de complicações do ato operatório. O período pré-operatório gera grande angústia e medo na maioria das pessoas, podendo interferir na recuperação pós-operatória. No entanto, sabe-se que as orientações pré e pós-operatórias podem reduzir a ansiedade e o estresse antes e depois da cirurgia, com diminuição desse impacto negativo.

Não esconder do médico nada sobre sua saúde, inclusive informar sobre o uso de drogas ou medicamentos. A transparência e sinceridade são fundamentais para minimizar a ocorrência de complicações.

DICA:

Programe suas atividades sociais e profissionais, de modo a não se tornar indispensável por pelo menos 1 dia antes e 10 dias após a cirurgia.

Antecipe a compra da cinta abdominal e das meias de compressão se indicada pelo cirurgião.

Ser orientado sobre o que é sua cirurgia e sua recuperação.

• Saber sobre possíveis complicações da doença caso não seja realizada a cirurgia.

• É importante o paciente e seus familiares terem a ciência dos riscos e potenciais complicações cirúrgicas.

• Comparecer ao hospital rigorosamente no horário marcado para a internação.

NÃO DEIXE DE COMPARECER ao compromisso sem comunicar previamente o seu médico, lembre-se que toda uma estrutura estará à sua disposição no horário agendado.

• Não esquecer de levar TODOS os exames pré-operatórios tanto o anestesista como o cirurgião precisarão deles.

• Para procedimento realizado por convênios, deverá ser checado junto ao hospital se a solicitação já foi autorizada. E no caso de reembolso checar os valores da prévia de orçamento a ser reembolsado pela seguradora.

• Logo após o procedimento o cirurgião convocará familiar ou acompanhante do paciente para explicar detalhes de como foi a cirurgia, dar orientações quanto ao pós-operatório e possível previsão de alta.

• A recuperação pós-operatória imediata é realizada em área com monitorização pela enfermagem e médico anestesiologista, que avaliará o tempo mínimo de permanência até liberação para transporte de volta ao quarto.

Tricotomia: Remoção de pêlos de uma ou mais regiões do corpo. Será realizado pela equipe de enfermagem no momento da cirurgia.

• Preparo da pele: manter boa higiene, unhas curtas e limpas, sem esmaltes.

• Retirar relógio, pulseiras, aliança, anéis, brincos, piercing, prótese dentária, devendo ser entregue ao acompanhante. Vestir a roupa que lhe será entregue (camisola, touca e protetor dos pés).

• Jejum de 8 horas

• Anestesia local não necessita de jejum prévio.

Bebidas alcoólicas / Cigarros:

- Não ingerir bebida alcoólica 3 dias antes. Pare de fumar meses ou pelo menos 4 semanas antes da cirurgia.

- Suspender previamente as seguintes medicações de uso contínuo:

- Anticoagulantes orais (7 dias)

- Antiagregante plaquetários (7 a 10 dias)

- Anti-inflamatórios (no dia anterior)

- Antidiabético oral Metformina (no dia anterior)

- Gingko biloba e Ginseng (7 dias)

- Fórmulas: mostrar ao médico os componentes contidos para avaliação

- Medicamentos que devem ser mantidos até o dia da cirurgia:

- Anti-hipertensivos

- Broncodilatadores

- Cardiotônicos

- Anticonvulsivantes

As orientações dependem do procedimento cirúrgico realizado e da complexidade de cada caso, mas de modo geral todos os pacientes devem estar atentos a alguns tópicos específicos a serem discutidos com o cirurgião:

-Dieta

-Fisioterapia

-Medicamentos de uso contínuo

-Retorno a atividade laborativa

-Atividades esportivas

-Cuidados com ferida operatória

-Necessidade de medicamentos tópicos em ferida operatória

-Necessidade de cinta abdominal

-Necessidade de meia elástica

-Necessidade de anticoagulantes

SINTOMAS DE ALARME*:

-Dor intensa

-Falta de ar

-Febre

-Vômitos de repetição

-Olhos amarelos

-Sangramento importante

*Procure um Pronto-Socorro e avise a equipe cirúrgica.